Tentativas de homicídio aumentam 400% em Divinópolis


O número de tentativas de homicídio registradas em Divinópolis nos dois primeiros meses do ano, apontam um aumento de mais de 400% quando comparado ao mesmo período do ano passado. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), que registrou em janeiro e fevereiro de 2015, duas tentativas de homicídio. Nos dois primeiros meses deste ano foram 11 tentativas registradas. Houve aumento também de roubos. No ano passado foram registrados 403, neste ano a Seds já somou 453, um aumento de 12 %.
Este ano, foi registrado um estupro contra vulnerável em janeiro e dois estupros confirmados em fevereiro. No ano passado, foram registrados cinco estupros nos dois primeiros meses do ano. Isso representa uma diminuição de 66% no numero de registro deste crime.
De acordo com o presidente da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública (Acasp), José Levi, o aumento no registro de crimes violentos está relacionado à legislação que é aplicada ao infrator.
“Nós vemos que a polícia e a as forças de segurança, onde o Ministério Público esta envolvido, tem trabalhando na tentativa de reduzir a criminalidade e o que acontece é que a legislação não tem ajudado no que precisamos como sociedade. Precisamos de legislação para que os infratores possam pagar pelos seus crimes. Normalmente eles são soltos logo após o cometimento do crime, com o pagamento de fiança ou quando o réu está em prisão temporária e não acontece julgamento. Neste caso ele é posto em liberdade e volta a praticar crimes,” disse.
O presidente também destacou a participação da população no que diz respeito ao zelo da segurança pública no município.

“A população tem interagido com a Polícia Militar e isso é importante para que um diagnóstico real seja feito e a polícia possa atuar de forma mais precisa,” destacou.

Desemprego
De acordo com o assessor da Polícia Militar (PM), Tenente Oliveira, o aumento no número de ocorrências aconteceu não só em Divinópolis como em todo o Estado e um dos fatores que contribuiu para o aumento, foi o desemprego.
“Em relação ao número de roubos e homicídios tentados, Divinópolis registrou um aumento no número de ocorrências no início do ano de 2016, seguindo uma tendência de aumento nestas modalidades que também tem sido verificada em todo o Estado de Minas Gerais. Esse recrudescimento está ligado a diversos fatores, como aumento do desemprego, legislação penal branda, alta reincidência de infratores, que enquanto não são julgados, ficam em liberdade e acabam cometendo outros crimes, gerando inclusive a sensação de impunidade da população e no próprio infrator, dentre outros,” afirmou.

Operações

Com o objetivo de conter o avanço da criminalidade, a Polícia Militar tem desenvolvido diversas ações e operações, dentre elas, algumas integradas com outros órgãos, como Polícia Civil e Polícia Federal; intensificação de operações nos horários com maior índice de registros, inclusive com emprego de efetivo administrativo da Polícia Militar; fortalecimento de ações comunitárias, com criação de redes de vizinhos protegidos e  projetos sociais; emprego do policiamento baseado na repressão qualificada e com informações de inteligência.
Segundo o último levantamento feito pela PM, do dia primeiro de janeiro até este domingo (24), 91 pessoas foram levadas para a delegacia pela prática de crimes violentos, dentre os quais estão o roubo e o homicídio.

Sobre a redução no número de estupros de vulneráveis o tenente disse que “o fator em que mais contribuiu foi o trabalho preventivo desenvolvido por diversos órgãos que atuam na área, como Conselho Tutelar, Ministério Público, Polícia Militar e Polícia Civil.”

Fonte: Portal Centro-Oeste