Ondas derrubam muretas e avançam em avenida de Santos; veja vídeos

Veja as consequências da ressaca do mar nas imagens

A Tribuna On-line

 

Prefeitura confirma a queda de algumas das muretas e interdição de vias por conta da ressaca

A frente fria que chegou à Baixada Santista na madrugada desta quarta-feira (27) provoca chuva intensa, queda nas temperaturas, ventos intensos e ressaca no mar da região, com ondas de até 3,15 metros. O Porto de Santos precisou ser fechado e a travessia de balsas interrompida. Na Ponta da Praia, as ondas derrubaram muretas de proteção e tomaram a avenida, que foi interditada.

A mudança no tempo já era esperada, segundo previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). As temperaturas em toda região devem ficar entre 17ºC e 23ºC entre esta tarde e a quinta-feira (28), com o avanço da frente fria que chega ao Litoral de São Paulo. Uma área de baixa pressão também favorece as condições climáticas adversas. 
Ponte Edgard Perdigão foi alagada pela alta do mar
De acordo com o meteorologista Maiton Veber, do INPE, a frente fria atingiu a Baixada Santista às 3 horas. "Ela trouxe chuva intensa e a elevação de pelo menos 1,5 metro no mar, por isso a ressaca, que deve permanecer nos próximos dois dias", explica. Segundo ele, a tendência é que o tempo permaneça assim até o próximo fim de semana. 

A Base Aérea de Santos registrou rajadas de vento de aproximadamente 40 Km/h no início desta manhã. Associada ao mar agitado e à baixa visibilidade, a Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) determinou o fechamento do Porto de Santos por volta das 7 horas, impedindo as manobras de entrada e saída de navios cargueiros do cais.

Segundo a Praticagem de São Paulo, até o início da manhã houve a maior altura de onda do ano na região, com 3,15 metros. 

O Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) informou que precisou interromper a travessia de balsas entre Santos e Guarujá às 6h55, em razão da correnteza forte no Canal do Estuário, assim como a baixa visibilidade e os ventos. A travessia de barcas de passageiros permanece operante, mas com redução de velocidade entre estações. 

A ressaca provoca transtornos na Ponta da Praia de Santos.  Em nota, a Prefeitura informou que a avenida da praia está bloqueada junto ao Canal 6 no sentido José Menino/Ponta da Praia, devido à alta da maré. Já foi constatada a queda de muretas pelo trecho. Também foi necessário o bloqueio do sentido Ponta da Praia/José Menino. 
De acordo com o INPE, maré subiu pelo menos 1,5 metro com a chegada da Frente Fria
Na Ponte Edgard Perdigão, que também é utilizada para a travessia de passageiros entre as margens, imagens mostram que o mar subiu a ponto de alagar a estrutura. Os serviços no local também precisaram ser interrompidos e o equipamento é monitorado pela Defesa Civil, que até o momento não registrou incidentes de gravidade. 
Veja os efeitos da ressaca nos dois vídeos desta matéria, enviados por internautas de A Tribuna On-line no WhatsApp da redação, que recebe sugestões de pauta, denúncias, flagrantes, observações, reclamações pelo número (13) 99655-8581.