Dois homens são presos em Divinópolis tentando aplicar o golpe do bilhete premiado


Nesta quinta (28), durante patrulhamento pela Avenida Primeiro de Junho, Centro de Divinópolis, a vítima de 40 anos, relatou aos militares que foi até ao Banco Mercantil, na Av. Primeiro de Junho para receber um pagamento, porém não conseguiu. Neste momento, o indivíduo José Eustáquio de Oliveira Júnior, 64 anos, se aproximou dela perguntando se ela tinha conseguido receber e que também estava ali para receber tal benefício. Diante da negativa, José se afastou da vítima. Aproximadamente uma hora depois, a vítima retornou ao banco para tentar receber novamente o benefício e após sacar o dinheiro, ao sair da agência bancária, foi abordada novamente pelo mesmo indivíduo. Neste momento aproximou-se outro indivíduo, Antônio Carlos da Silva, 52 anos, perguntando sobre um determinado endereço, pois tinha que se deslocar para receber uma conta, pois morava na roça em Carmo do Cajuru e não conhecia nada em Divinópolis. Ainda de acordo com a vítima, o José Eustáquio, mostrou-lhe um bilhete de loteria premiado no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil) a ela e disse: “Olha o que ele tem para receber". Neste momento, a vítima percebeu que poderia se tratar de um golpe e pediu para que uma outra pessoa que acionasse a Polícia Militar. Os militares abordaram os dois autores. Foi encontrado com José Eustáquio, uma bolsa contendo bloco de anotações, R$ 643,00 em dinheiro e um pedaço de papel com o número de uma conta bancária, e com Antônio Carlos, foi encontrado um bilhete de loteria e uma bolsa contendo R$ 530,00 em dinheiro e o número de outra conta bancária e também o bilhete usado para aplicar o golpe. Durante o registro da ocorrência os infratores tentaram fornecer dados falsos. Os autores foram presos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil.